Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Consultor das Nações Unidas diz que crise trará dificuldades para Brasil a longo prazo 06/03/2009

 

Brasília, 5/03/2009 - As condições que beneficiaram a economia brasileira nos últimos anos não voltarão a se repetir, o que poderá trazer dificuldades para o país no médio prazo, disse hoje (5) o consultor internacional Jan Kregel, conselheiro da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad). Um dos palestrantes do seminário promovido pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, que discute a crise econômica internacional, Kregel afirmou que o novo cenário econômico imporá desafios para o país a médio e longo prazo.

Na opinião do professor, as autoridades econômicas não podem confiar que o país será pouco atingido pela crise financeira internacional. “O boom no preço das commodities [bens agrícolas e minerais com cotação internacional] e o fluxo de investimentos externos, que beneficiaram o país nos últimos anos, não voltarão mais”, destacou o professor.

Para Kregel, o país precisa investir a longo prazo na rede de proteção social e na educação para manter o desenvolvimento nas próximas décadas. “Não adianta confiar no BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] para financiar as empresas e segurar a economia eternamente, porque esse modelo não é sustentável”, declarou o especialista.Segundo Kregel, o governo também não tem condições de se financiar, por muitos anos, pegando dinheiro dos investidores, mediante juros altos: “O governo não pode financiar os investidores com taxas de retorno elevadas por tanto tempo. Isso é difícil de se manter no longo prazo”, disse.

Já James Galbraith, professor da Universidade do Texas, afirmou que a era da globalização foi profundamente interrompida pelo colapso no comércio exterior. Na avaliação dele, a economia mundial nunca mais voltará ao normal, porque a crise provocou mudanças radicais nos parâmetros econômicos.

De acordo com Galbraith, o primeiro passo para a resolução da crise econômica seria o governo dos Estados Unidos assumir a administração dos grandes bancos e sanear as instituições, vendendo-as posteriormente. “Essa é um procedimento adotado constantemente com os pequenos bancos. É preciso agora vontade para aplicar essa receita nas maiores instituições”, declarou.

Autor de livros sobre desenvolvimento e meio ambiente, o economista Ignacy Sachs sugeriu que a experiência do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) seja aplicada nas prefeituras para movimentar a economia dos municípios: “Esse é um modelo aplicado na Índia, onde a própria população local está envolvida nas obras”, disse. (Agência Brasil - Wellton Máximo)



Últimas

2020/02/28 » Coronavírus: Procon-SP fiscalizará preços de máscaras e álcool gel
2020/02/28 » OMS eleva grau de risco de disseminação do coronavírus para muito alto
2020/02/28 » País tem 182 casos suspeitos do novo coronavírus
2020/02/27 » Contas públicas tem superávit recorde de R$ 44,12 bi em janeiro
2020/02/27 » Veja as dicas da OMS para se proteger do novo coronavírus
2020/02/27 » Com 11 casos, SP lidera registro de suspeitos de coronavírus no país
2020/02/21 » Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira
2020/02/21 » Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
2020/02/20 » Banco Central injeta R$ 135 bilhões na economia
2020/02/20 » Programa para fazer Declaração do Imposto de Renda já está disponível
2020/02/20 » Prévia da inflação oficial fica em 0,22% em fevereiro
2020/02/19 » Comissão Europeia quer criar mercado único de dados
2020/02/19 » Confiança da indústria cai em fevereiro depois de 3 altas seguidas
2020/02/19 » Confiança da indústria cresce 0,7 ponto na prévia de fevereiro
2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil

Ver mais »