Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Brasil vende 18,1% a menos no ano, importações caem 23,4% e saldo cresce 34,2% 18/05/2009

 

Brasília, 18/05/2009 - As exportações brasileiras somaram US$ 49,4 bilhões nos 91 dias úteis, do início do ano até a última sexta-feira (15). O resultado representa uma queda de 18,1% em relação aos US$ 58,4 bilhões registrados em igual período de 2008, que teve 88 dias úteis. No mesmo período, as compras brasileiras de produtos estrangeiros contabilizaram US$ 41,6 bilhões, com redução de 23,4% na comparação com importações de US$ 52,6 bilhões em 2008.

Os números foram divulgados hoje (18) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Externo (MDIC) e mais uma vez registram a tendência de menores quedas nas exportações que nas importações. Razão porque o saldo da balança comercial (vendas menos compras) no acumulado do ano, de US$ 7,7 bilhões, é 34,2% maior que no mesmo período do ano passado.

Em função desses números, a pesquisa semanal do Banco Central com instituições financeiras para acompanhar as tendências do mercado e que origina o boletim Focus, tem melhorado gradativamente a expectativa em relação ao saldo comercial do ano. A estimativa de janeiro para o saldo anual era de US$ 14 bilhões, e no boletim divulgado hoje a projeção sobe para US$ 18,15 bilhões.

Houve, contudo, uma mudança nas duas primeiras semanas de maio, com as exportações apontando queda maior que as importações, em relação à média diária de maio do ano passado. As vendas de produtos brasileiros foram 38,4% menores, enquanto as importações caíram 35,7%.

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do MDIC lembra, porém, que a base comparativa oferece distorções, porque em maio de 2008 terminou a greve de dois meses dos auditores fiscais da Receita Federal do Brasil (RFB), quando foram descarregados os registros alfandegários represados.

Na comparação dos dez primeiros dias úteis de maio deste ano com o mês completo de maio do ano passado houve forte declínio de vendas nas três categorias de produtos: semimanufaturados (-45,1%), básicos (-37,2%) e manufaturados (-36%). O Brasil vendeu menos óleo de soja, celulose, derivados de petróleo e de ferro, carnes, automóveis, aviões, autopeças, etanol, calçados, couros, peles e outros.

Nas importações deste mês, comparadas a maio de 2008, os brasileiros gastaram menos na compra de adubo e fertilizante (-74,2%), combustíveis e lubrificantes (-47,7%), químicos orgânicos e inorgânicos (-34,5%), instrumentos de ótica e precisão (-33,9%) e equipamentos elétricos/eletrônicos (-31,9%). (Agência Brasil - Stênio Ribeiro)



Últimas

2019/09/19 » Intenção de consumo das famílias cresce 0,3% em setembro, diz CNC
2019/09/19 » Confiança de empresário industrial fica estável em setembro
2019/09/19 » Copom reduz Selic para 5,5% ao ano
2019/09/16 » Brasil eleva em 9,5% comércio com EUA, mas diminui com outros países
2019/09/16 » IGP-10 tem inflação de 0,29% em setembro
2019/09/16 » Mercado financeiro espera por redução da Selic para 5,5% ao ano
2019/09/13 » Aprovada, reforma das telecomunicações depende agora de regulamentação
2019/09/13 » Dispositivos digitais abrem novas possibilidades na saúde
2019/09/13 » Você tem direito a sacar o FGTS? Teste seus conhecimentos
2019/09/13 » Agências da Caixa ampliam horário nesta sexta para saques do FGTS
2019/09/12 » Indicador mostra alta de 2,6% no consumo de bens da indústria em julho
2019/09/12 » Abate de bovinos e suínos cresce no segundo trimestre no país
2019/09/12 » Setor de serviços cresce 0,8% de junho para julho no país, diz IBGE
2019/09/11 » Comércio varejista cresce 1% em julho
2019/09/11 » Código do Consumidor completa 29 anos; teste seus conhecimentos
2019/09/11 » Novas tecnologias digitais auxiliam produção no campo
2019/09/10 » Safra de grãos deve fechar 2019 com crescimento de 5,9% , diz IBGE
2019/09/10 » ANP inicia 1º ciclo da oferta permanente de blocos de petróleo e gás
2019/09/10 » Produção industrial recua em oito dos 15 locais pesquisados em julho
2019/09/10 » Governo aumenta previsão de crescimento da economia para 0,85%

Ver mais »