Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Governo monta rede para desenvolvimento de carro elétrico no país 20/05/2009

 

Rio de Janeiro, 20/05/2009 - Com objetivo de viabilizar a produção de baterias que sejam competitivas para a fabricação de carros elétricos no país, o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, se reunirá, em Brasília, com representantes do setor acadêmico, a direção da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e empresas eletroquímicas brasileiras, no próximo dia 26. Os veículos seriam uma alternativa menos poluente aos atuais combustíveis baseados no petróleo.

Sérgio Rezende afirmou hoje (20), ao participar do 21º Fórum Nacional, na sede do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que a reunião vai tentar dar uma escala maior ao programa de desenvolvimento de carros elétricos no Brasil.

“O Brasil ocupa uma posição ímpar no mundo em termos de tração veicular, porque tem biocombustíveis na sua matriz energética. E o biocombustível não polui como o petróleo e a produção é local. Isso não quer dizer que não vamos perseguir novas tecnologias”, disse.

O governo está montando uma rede para trabalhar no programa do veículo elétrico, informou Sérgio Rezende. O desafio, segundo ele, é fazer uma bateria adequada para os veículos, como a de lithium, “que mostra ser competitiva”.

Como o Brasil possui fabricantes de motores elétricos, Rezende considerou relativamente fácil fazer um veículo elétrico. “De modo que nós estamos mobilizando pesquisadores, empresas de baterias, empresas de veículos, para desenvolver o projeto de um carro nacional”, afirmou.

O ministro da Ciência e Tecnologia explicou, porém, que não se trata de criar uma empresa estatal para fazer veículos, “porque nós temos hoje um empresariado muito articulado e cada vez mais consciente de que é preciso ter inovação e tecnologia para ser competitivo. Nós vamos fazer isso é com o setor privado”, afirmou.

De acordo com Rezende, o veículo elétrico, atualmente, ainda não é competitivo em nenhum lugar do mundo, mesmo nos países industrializados. Ele acredita, entretanto, que a partir do desenvolvimento das baterias, o carro elétrico será competitivo no Brasil. “O importante é nós não ficarmos atrás”, disse.

O ex-ministro do Planejamento, João Paulo dos Reis Velloso, coordenador do Fórum Nacional, sugeriu que seja feita uma associação de universidades brasileiras, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade de São Paulo (USP), com a Petrobras e outros centros excelência, para “passar da fase de desenvolvimento tecnológico para o nível de fabricação de carros elétricos”. A idéia é inserir também no projeto as montadoras. Disse que alguns carros elétricos chegam a ter 400 quilômetros de autonomia e velocidade entre 180 quilômetros a 200 quilômetros por hora.

As baterias de lithium-ion são utilizadas hoje em computadores portáteis, celulares e outros pequenos aparelhos. Os fabricantes, contudo, ainda estão trabalhando em baterias similares que sejam seguras e representem uma relação custo benefício mais eficiente para o uso em carros. (Agência Brasil - Alana Gandra)



Últimas

2020/10/26 » Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
2020/10/26 » Petrobras inicia venda de campos terrestres em Sergipe
2020/10/26 » Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil
2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro

Ver mais »