Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Pessoas e empresas com menos recursos se afastam do crédito 18/03/2009

 

Brasília, 17/03/2009 - A procura por crédito caiu em fevereiro, principalmente entre as pessoas de menor renda e as micro e pequenas empresas. A queda na demanda por empréstimos foi apontada por dois novos indicadores lançados hoje (17) pela Serasa Experian para acompanhar a demanda das empresas e do consumidor por crédito.

O índice para o consumidor mostra que em fevereiro a procura por empréstimos diminuiu 10,5% comparando com janeiro. Em relação a fevereiro do ano passado a queda foi de 4,2%. Na comparação entre os dois primeiros meses do ano, a redução foi maior (12,2%) na faixa da população que recebe até R$ 500. Entre os que ganham mais de R$10 mil a diminuição foi de 7,9%.

Tendência de retração na procura por crédito pelos que possuem menos recursos se confirma também em relação às empresas.

No balanço geral de fevereiro, a demanda por empréstimos pelas empresas caiu 10,8% em relação a janeiro e 4,4% comparando com o mesmo mês do ano passado. Entre as micro e pequenas empresas o recuo chegou a 11,4% na avaliação que considera os dois primeiros meses deste ano.

O presidente da Serasa Experian latino-americana, Francisco Valim, atribuiu, em parte, o baixo interesse por crédito às inseguranças geradas pela crise financeira.

“A incerteza da crise, da continuidade dos negócios e dos novos investimentos acaba impactando a demanda por crédito”, avaliou.

Para Valim, a redução na demanda por crédito em conjunto com a alta da inadimplência podem trazer prejuízos ao crescimento do país. “Na medida que estamos vendo a inadimplência crescendo e a demanda caindo, isso pode impactar o crescimento”, afirmou.

Segundo ele, a própria inadimplência, ou seja, a incapacidade de lidar com as dívidas já existentes pode ser um dos fatores para que as pessoas e empresas evitem assumir novos empréstimos.

Os índices de demanda por crédito foram calculados com base na consulta mensal de 11,5 milhões de Cadastros de Pessoa Física (CPF) e 1,2 milhão de Cadastros Nacionais de Pessoa Jurídica (CNPJ). (Agência Brasil - Daniel Mello)



Últimas

2020/01/22 » CNC: intenção de consumo das famílias tem melhor janeiro desde 2015
2020/01/22 » Confiança da indústria cresce 1,1 ponto na prévia de janeiro
2020/01/22 » Brasil cria centro para indústria 4.0 no Fórum Econômico Mundial
2020/01/21 » Brasil passou para quarto destino de investimentos no mundo em 2019
2020/01/21 » Inflação dos aluguéis acumula taxa de 7,91% em 12 meses, diz FGV
2020/01/21 » Guedes conversa com ministros suíços e CEOs de empresas em Davos
2020/01/20 » Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,56%
2020/01/20 » Agência Brasil explica: quem pode ser um microempreendedor individual?
2020/01/17 » Varejo de SP espera crescimento de 5% em vendas de materiais escolares
2020/01/17 » Confiança do empresário do comércio tem melhor janeiro desde 2013
2020/01/17 » Dólar fecha acima de R$ 4,19, no maior valor desde início de dezembro
2020/01/17 » Atividade econômica cresce 0,18%, diz Banco Central
2020/01/16 » Dataprev é incluída no Programa Nacional de Desestatização
2020/01/16 » Ipea: alíquota de novo imposto proposto em PECs deve ficar em 27%
2020/01/16 » Inflação pelo Índice Geral de Preços–10 cai de 1,69% para 1,07%
2020/01/15 » Governo quer vender R$ 150 bi em participações em empresas em 2020
2020/01/15 » Novo reajuste do mínimo pode ter impacto de R$ 2,13 bi no Orçamento
2020/01/15 » Mochilas pesadas na infância podem acarretar problemas na fase adulta
2020/01/14 » Consumidor espera saldões para comprar com desconto produto mais caro
2020/01/14 » IR: contribuinte não poderá deduzir gasto com previdência de doméstica

Ver mais »