Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
BID libera nova parcela de US$ 1 bilhão para micro, pequenas e médias empresas 20/03/2009

 

Rio de Janeiro, 19/03/2009 - O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), firmou hoje (19) um contrato de financiamento com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para apoiar o fortalecimento das micro, pequenas e médias empresas (MPEs) no Brasil.

Os recursos no valor de US$ 1 bilhão terão igual contrapartida da instituição brasiliera eorrespondem à terceira parcela do Convênio de Linha de Crédito Condicional (Cclip), lançado em 2004 pelo BID e estabelece a concessão de US$ 3 bilhões ao BNDES em três etapas para projetos de investimentos de MPEs as micro, pequenas e médias empresas.

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, ressaltou a importância do crédito do BID no momento de crise internacional, em que a escassez de crédito tem “afetado de maneira mais aguda” as micro e pequenas empresas.

O representante do BID no país, José Luis Lupo, informou que a parceria com o BNDES começou em 1997 e desde então já foram celebradas seis operações no valor de US$ 5,5 bilhões com recursos da instituição. A contrapartida do banco brasileiro elevou esse montante para US$ 9,8 bilhões aplicados em programas de crédito multissetorial para esse segmento da economia.

“O objetivo é melhorar a competitividade das micro, pequenas e médias empresas, ajudar na expansão e modernização produtiva”, disse Lupo.

Coutinho anunciou que BNDES iniciará em abril negociações com o BID visando um segundo programa com as mesmas características e objetivo. Ele prometeu se empenhar para conseguir antecipar, pelo menos, uma parte dos novos recursos para 2009, “até para assegurar uma taxa de crescimento satisfatório para o Brasil e a América Latina".

O presidente do BNDES lembrou que o empréstimo do BID não é a única fonte de recursos da instituição para as MPEs. No ano passado, o banco desembolsou R$ 9 bilhões para o segmento e a intenção é ampliar este valor, em pelo menos 10% em 2009. Ele ressaltou, no entanto, que isso vai depender da colaboração da rede de agentes privados.

“Nós temos tido preocupação com a cautela demonstrada pela rede privada nos últimos tempos na oferta de crédito. Por isso, o BNDES, o Ministério da Fazenda e o Banco Central estão estudando alternativas para estimular mais o crédito ao segmento de pequenas empresas”, afirmou Coutinho. (Agência Brasil - Alana Gandra)



Últimas

2019/11/13 » Privatização da Eletrobras deve reduzir tarifas para os consumidores
2019/11/13 » Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial
2019/11/13 » Ministro diz que reforma da Previdência já atrai investidores
2019/11/12 » Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
2019/11/12 » Cresce apoio do BNDES a projetos de micro, pequenas e médias empresas
2019/11/12 » Países do Brics buscam investimentos privados para infraestrutura
2019/11/12 » Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro
2019/11/11 » Brics fomenta cooperação entre economias emergentes há 13 anos
2019/11/11 » Impostos dificultam pequenos e médios negócios, dizem empresários
2019/11/11 » IBGE revisa PIB de 2017 de 1% para 1,3%
2019/11/08 » Indicador da FGV mostra dificuldade de reação do mercado de trabalho
2019/11/08 » Petrobras recebe oferta de R$ 3,7 bilhões por Liquigás Distribuidora
2019/11/08 » Governo aumenta projeção de crescimento do PIB para 0,90%
2019/11/07 » Inflação de outubro é a menor para o mês desde 1998
2019/11/07 » Índice que serve de base para reajuste salarial tem variação de 2,76%
2019/11/07 » Seis em cada 10 empresários querem investir, mostra pesquisa do Sebrae
2019/11/07 » Poupança tem menor retirada líquida para outubro em cinco anos
2019/11/05 » Índice de Preços ao Produtor fica em 0,45% em setembro
2019/11/05 » Copom espera crescimento da economia brasileira no terceiro trimestre
2019/11/05 » Bolsa volta a bater recorde e aproxima-se dos 109 mil pontos

Ver mais »