Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Emprego na indústria volta a crescer em julho depois de nove meses de queda 08/09/2009

Rio de Janeiro - Depois de nove meses de taxas negativas, o nível de emprego na indústria voltou a subir e ficou em 0,4% no mês de julho em relação ao resultado de junho, quando a taxa havia sido de –0,1%. Na comparação com o mesmo período de 2008, no entanto, a queda se acentuou, e o emprego industrial registrou variação de –7,0%, o menor resultado da série histórica da Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, iniciada em 2001. No ano, o setor acumula perda de 5,4%.

Os dados da pesquisa foram divulgados hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e revelam ainda que, no acumulado dos últimos 12 meses, a queda é de 2,7%, acentuando o ritmo de perdas em relação aos 12 meses encerrados em junho (–1,9%).

De acordo com o levantamento, na passagem de junho para julho as demissões superaram as contratações nas 14 áreas investigadas e em 17 dos 18 setores pesquisados. Os locais onde esse movimento se deu de forma mais intensa foram São Paulo (–5,2%), Minas Gerais (–12,2%), Região Norte e Centro-Oeste (–10,8%) e Rio Grande do Sul (–9,1%). Em relação aos setores industriais, o contingente de trabalhadores diminuiu especialmente em meios de transporte (–12,9%), máquinas e equipamentos (–12,3%), produtos de metal (–11,7%) e vestuário (–8,7%). O único impacto positivo partiu de papel e gráfica (8,6%).

A pesquisa também mostrou que a folha de pagamento dos trabalhadores da indústria teve leve alta de 0,1% após recuar 1,7% em junho. Já na comparação com o mesmo período do ano passado, os rendimentos diminuíram 3,9%, com reduções em 11 dos 14 locais pesquisados. As principais contribuições negativas vieram de São Paulo (–3,1%), do Rio Grande do Sul (–10,4%) e de Minas Gerais (–7,2%). No acumulado do ano, houve queda de 1,6% e, no período que compreende os últimos 12 meses, houve alta de 1,5%, dando continuidade à redução do ritmo de crescimento observada desde setembro de 2008 (6,7%). (Agência Brasil - Thaís Leitão)



Últimas

2020/12/04 » Receita Federal e Banco do Brasil iniciam arrecadação com Pix
2020/12/04 » Desentendimento político interrompe reforma tributária, diz Guedes
2020/12/04 » Pix tem 100 milhões de chaves registradas
2020/12/03 » Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI
2020/12/03 » PPI tem 115 ativos para leilões e projetos de concessão em 2021
2020/12/03 » Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro
2020/12/03 » Produção industrial cresceu 1,1% em outubro, diz IBGE
2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses

Ver mais »