Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Dia Internacional do Idoso: há o que comemorar? 01/10/2009

Brasília - Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a população de idosos no Brasil vem aumentando. Em 2008, havia mais de 21 milhões de pessoas com mais de 60 anos de idade, aproximadamente 2 milhões a mais do que no ano anterior.

Hoje (1º) é comemorado o Dia Internacional do Idoso. A data foi instituída com a intenção de mostrar a importância e as dificuldades que essas pessoas enfrentam rotineiramente. Problemas como falta de meios de transporte adequados e o precário atendimento hospitalar na saúde pública são as principais queixas de quem chegou à terceira idade.

Para saber deles as principais dificuldades enfrentadas nas tarefas do dia a dia, a Agência Brasil foi às ruas conversar com alguns idosos.

“Eu acho que os maiores problemas são a saúde e o transporte. É preciso haver uma condição de transportes condizente com a terceira idade”, disse o fiscal do Tesouro aposentado Willian de Souza, de 69 anos.

Para a dona de casa Elza Maria, de 65 anos, a maior dificuldade é entrar nos ônibus. "O degrau é lá nas alturas. A gente tem quase que andar com um banquinho para subir. E outra dificuldade, é atendimento nos hospitais. A melhor conquista do idoso, nem sei direito o que é. Mas, o restante a gente vai levando.”

A aposentada Dora Ribeiro, de 67 anos diz que os idosos tiveram algumas conquistas. "Nós temos muitas coisas que melhoraram como as filas preferenciais para idosos, pois são mais reduzidas. E certas tarifas que para o idoso são menores. Então não é tão ruim assim ser idoso."

"A gente pega o ônibus, o cara que está lá pilotando arranca com tudo. Se a pessoa não tiver equilíbrio 'sobra'. Outra coisa, é ficar no ponto do ônibus fazendo sinal e ele não parar. Quanto ao direito do idoso, deixa muito a desejar", contestou o servidor público aposentado, Valter dos Santos, 69 anos.

A comerciante aposentada Salam Qozak, de 81 anos, nasceu na Síria e se diz que se preocupa com aqueles mais pobres."Eu posso andar de táxi, e ter acompanhante. E os outros que não tem ninguém? Esse privilégio conquistei quando ainda era jovem. Mas quem não conseguiu e ficou velho, me conta?" (Agência Brasil)



Últimas

2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

Ver mais »