Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Olimpíadas de 2016 no Rio podem reforçar proteção das marcas dos jogos pelo Inpi 02/10/2009

Rio de Janeiro - A escolha do Rio como sede dos Jogos Olímpicos de 2016 pode ampliar a cooperação brasileira na área do esporte mundial, por meio do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Econômico e Social. A expectativa é do presidente do Inpi, Jorge Ávila.

O instituto já tem firmado com a Federação Internacional de Futebol (Fifa) um acordo relativo à Copa de 2014, que será no Brasil. Segundo Ávila, o acordo visa a garantir a proteção de todos os sinais distintivos, como marcas, “que são importantes para garantir a viabilidade da realização da Copa do Mundo”. Ele disse que o acordo é importante para a Fifa, porque a instituição “vive essencialmente da comercialização de sua marca”.

A Fifa organiza os eventos. Os recursos que alimentam a realização desses campeonatos de futebol pelo mundo provêm da comercialização de produtos com a marca Fifa. “Por isso, é muito importante que a sua marca esteja protegida adequadamente no mundo inteiro. É particularmente importante que haja um empenho nosso em ajudar a Fifa a proteger as marcas que serão associadas à Copa de 2014, não apenas no Brasil, mas no mundo.”

Ávila afirmou que o Inpi tem interesse em fechar acordo semelhante com o Comitê Olímpico Internacional (COI). Ele informou que o Inpi e a Fifa já conversaram sobre a necessidade de um estudo mais detalhado sobre a importância das marcas e outras formas de propriedade intelectual para o esporte e que isso poderá ser feito com outras instituições.

“Conversamos com a Fifa e poderemos conversar com outras entidades esportivas. Entendendo isso melhor, poderemos ter estratégias mais efetivas de proteção”. Para o presidente do Inpi, a proteção adequada das marcas e outros sinais distintivos pode significar ganhos para o esporte mundial como um todo. (Agência Brasil - Alana Gandra)



Últimas

2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020
2021/01/13 » BNDES define consórcio que apoiará programa de aceleração de startups
2021/01/13 » Inflação da construção civil atinge 10,16% em 2020
2021/01/13 » Inflação para famílias com menor renda fecha 2020 com alta de 5,45%
2021/01/13 » Inflação oficial fecha 2020 em 4,52%, diz IBGE
2021/01/12 » Ministério pede avanço de reformas para manter fábricas no país
2021/01/12 » Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020
2021/01/12 » Plataforma promove compartilhamento de materiais na economia
2021/01/11 » Como entrar em 2021 com as contas no azul
2021/01/11 » Digitalização de serviços públicos gera economia de R$ 2 bi por ano
2021/01/11 » Banco do Brasil renegocia R$ 40 milhões em dívidas por WhatsApp
2021/01/11 » Vendas de veículos caem 26,2% em 2020, diz Anfavea
2021/01/11 » Enem terá regras para evitar contágio pelo novo coronavírus
2021/01/08 » ANP: 17ª Rodada de Licitações oferece 92 blocos em bacias marítimas

Ver mais »