Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Manutenção dos juros em 8,75% ao ano é aceitável, diz presidente da CNI 22/10/2009

Brasília - A manutenção da taxa Selic, que mede os juros básicos da economia, em 8,75% ao ano é “aceitável”, disse hoje (21) o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto. Ao sair da reunião do Grupo de Acompanhamento do Crescimento (GAC), ele afirmou que a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central é “tranquilizadora”, apesar de ter afirmado que havia espaço para redução.

Mais cedo, a CNI divulgou nota do presidente da instituição criticando a manutenção da taxa. A decisão, segundo Monteiro Neto, "está em total descompasso com a situação industrial brasileira”. Ele disse, na nota, que “a decisão não se justifica, pois a inflação está controlada e o crédito à pessoa jurídica ainda está comprometido. Essa situação requer novo corte nos juros”.

Mas, na saída da reunião, os comentários de Monteiro Neto foram mais amenos. “Dentro do quadro atual, a manutenção dos juros é um dado que considero aceitável”, afirmou. Para o presidente da CNI, diante da possibilidade de elevação da taxa, a postura do Banco Central representa um alívio para o setor produtivo.

“A inflação está controlada, portanto era possível admitir até alguma redução, mas como há setores que estão apontando para uma perspectiva de elevação da taxa, a manutenção foi uma medida, de certo modo, tranquilizadora”, afirmou.

Na reunião, contou o empresário, representantes de setores beneficiados pela redução de impostos pediram a prorrogação das desonerações. Segundo Monteiro Neto, integrantes da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) reivindicaram a prorrogação da extensão do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a linha branca.

Segundo ele, representantes do setor de materiais de construção também pediram a manutenção da desoneração de IPI para o setor. “A construção civil tem um ciclo longo, portanto o aumento do IPI prejudicaria o programa Minha Casa, Minha Vida”, disse ele.

Composto por representantes dos empresários e do governo, o GAC inicialmente era chamado de Grupo de Acompanhamento da Crise. Em agosto, quando os empresários avaliaram que o pior da crise tinha passado, o grupo foi rebatizado de Grupo de Acompanhamento do Crescimento.

No encontro de hoje, o nome foi novamente alterado. O grupo passará a se chamar de Grupo de Avanço da Competitividade e terá o número de representantes reduzido para cerca de dez a 15 pessoas. O foco das discussões será o barateamento das exportações e a desoneração dos investimentos. (Agência Brasil - Wellton Máximo)



Últimas

2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro
2020/10/16 » Atividade econômica tem alta de 1,06% em agosto, diz Banco Central
2020/10/16 » Rebanho bovino cresce em 2019, influenciado pelo cenário externo
2020/10/15 » Produção de motocicletas aumenta 13,1% em setembro

Ver mais »