Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Venda de automóveis cai em outubro, mas resultado é o terceiro melhor para o período 09/11/2009

São Paulo - Mesmo com a queda em relação a setembro, o mês de outubro deste ano foi o terceiro melhor mês de outubro em vendas da história da indústria automobilística.

Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a queda em comparação com o resultado do mês anterior reflete uma acomodação ante as vendas de setembro, que foram antecipadas por causa da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Com base no valor acumulado de vendas, a Anfavea prevê fechar o ano com recorde na comercialização de veículos no mercado interno.

O presidente da Anfavea, Jackson Schneider, disse que as vendas continuam intensas devido ao aumento do volume de crédito e aos juros em queda, assim como à inadimplência no setor, que caiu pelo terceiro mês consecutivo. “A queda nesse caso é de 4,4%, bem menor do que para todos os outros bens em geral e com tendência de queda. [Isso] demonstra uma clara retomada das certezas com relação à economia e das condições melhorando.”

De acordo com dados divulgados hoje (9) pela Anfavea, as vendas caíram 4,6% no mês, com 294.466 unidades comercializadas, na comparação com o período anterior (308.718). Quando a comparação é com outubro de 2008, houve aumento de 23,1% (239.236). De janeiro a outubro, o aumento foi de 6,1%, com 2.596.516 unidades comercializadas, quando comparado ao mesmo período do ano passado (2.448.041).

A produção de veículos em outubro teve alta de 15,7% na comparação com setembro. Foram fabricadas 315.956 unidades, contra 273.027 em setembro. Comparada a outubro do ano passado, a produção cresceu 6,3% (297.229). No acumulado do ano, a produção teve queda de 9,7%, com 2.637.326 contra 2.921.586 em 2008. Segundo a Anfavea, outubro foi o segundo melhor mês da história, representando uma retomada na produção de veículos que reflete nos níveis de estoque.

“Esse nível de produção atende o mercado e também busca uma retomada de estoque", afirmou Schneider. Para ele, esse número deve cair até o final do ano. "Vamos fechar por volta de 5% a 6% abaixo da produção do ano passado, pois estamos falando de uma base menor, porque o final do ano passado teve os dois meses mais difíceis, quando começamos a enfrentar queda.”

Os dados apontam ainda que a venda de caminhões aumentou 12,2%, o que indica recuperação com as 11.330 unidades vendidas, contra as as 10.096 de setembro. Na comparação com outubro do ano passado (11.985 unidades vendidas), a queda é de 5,5%. No acumulado do ano, houve queda de 18%, com 85.868 unidades contra 104.684 no mesmo período do ano passado.

A produção de caminhões cresceu 13%, com 12.999 unidades em outubro ante as 11.506 de setembro. Quando se compara com outubro do ano anterior (18.003), houve queda de 27%. No acumulado do ano, registrou-se queda de 33,4%, com a produção de 97.357 unidades ante 146.219 no mesmo período do ano passado. “Os números foram menores do que os do ano passado, mas claramente mostram tendência de recuperação.”

No caso das máquinas agrícolas, a produção cresceu 15,1%, com 7.008 unidades ante as 6.087 de setembro. Com relação a outubro do ano passado, quando foram produzidas 8.791 unidades, houve queda de 20,3%. No acumulado do ano, a queda foi de 26,9%, com 52.795 unidades produzidas contra 72.192 no mesmo período do ano passado.

As vendas aumentaram 13%, com 6.160 máquinas comercializadas, ante 5.451 no mês anterior. Houve aumento também na comparação com outubro do ano passado (12,9%). No acumulado do ano, houve queda de 4,2%. Neste ano, foram vendidas 44.526 unidade ante as 46.461 do ano passado. “Os número mostram uma recuperação ainda longe dos números que tínhamos. O que puxa as vendas e os índices são os tratores até 75 cavalos, voltados para a agricultura familiar e incentivados pelos programas de governo.” (Agência Brasil - Flávia Albuquerque)



Últimas

2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses
2020/11/27 » Volta de cobrança do IOF sobre crédito renderá cerca de R$ 2 bi
2020/11/27 » Indústrias do Mercosul e da UE pedem urgência para acordo comercial
2020/11/27 » Indústria paulista mantém expansão no ano apesar de queda em outubro
2020/11/26 » Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
2020/11/26 » Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população
2020/11/26 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 16% em outubro
2020/11/25 » Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021

Ver mais »