Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Volume de fusões e aquisições de empresas movimentou R$ 116,7 bilhões até setembro 19/11/2009

Rio de Janeiro - Um levantamento feito pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) mostrou que o volume de transações de fusões, aquisições, ofertas públicas de aquisição de ações e reestruturações societárias efetuadas no país até setembro totalizou R$ 116,7 bilhões. O aumento foi de 33,4% sobre o mesmo período de 2008, aproximando-se do resultado registrado em 2007, que alcançou R$ 141,2 bilhões.

Para a economista Carolina Lacerda, responsável pela Subcomissão de Fusões e Aquisições da Anbima, a crise financeira internacional gerou oportunidades e necessidades que foram aproveitadas pelas grandes empresas nacionais. Em contrapartida, segundo ela, o clima de incerteza predominou entre as médias e pequenas companhias, fazendo-as postergar suas decisões de investimento.

“A grande diferença é que houve um maior número de operações de fusões e aquisições entre empresas brasileiras e não de empresas estrangeiras adquirindo ativos no Brasil, como ocorria no passado”, disse a economista à Agência Brasil.

A pesquisa revelou ainda que 32,8% das operações foram de negócios superiores a R$ 1 bilhão. No mesmo período do ano passado, as mesmas transações representavam 19,3% do total. “São operações grandes que continuam acontecendo na crise. As operações menores acabam ficando um pouco retraídas devido ao clima de incerteza”, afirmou Carolina Lacerda.

O setor de alimentos, em função das fusões da JBS Friboi com a Bertin e da Sadia com a Perdigão, liderou o movimento de fusões e aquisições entre janeiro e setembro de 2009, respondendo por 45,5% do volume financeiro. Em segundo lugar aparece o setor de papel e celulose.

A expectativa da Anbima é fechar o ano com números similares aos de 2007. Para 2010, o otimismo se mantém, uma vez que a crise tornou os ativos mais baratos. Além disso, o bom momento da economia nacional comparativamente à de outros países e a realização, no Brasil, de eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 estimulam o consumo e a movimentação de recursos. “Então, a nossa expectativa é de um crescimento ainda maior em 2010”, afirmou.

Carolina Lacerda disse ainda que deverão ser realizadas no próximo ano muitas operações de fusão e aquisição no setor bancário, principalmente de bancos médios, e aquisição de bancos estrangeiros por bancos brasileiros. (Agência Brasil - Alana Gandra)



Últimas

2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020
2021/01/13 » BNDES define consórcio que apoiará programa de aceleração de startups
2021/01/13 » Inflação da construção civil atinge 10,16% em 2020
2021/01/13 » Inflação para famílias com menor renda fecha 2020 com alta de 5,45%
2021/01/13 » Inflação oficial fecha 2020 em 4,52%, diz IBGE
2021/01/12 » Ministério pede avanço de reformas para manter fábricas no país
2021/01/12 » Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020
2021/01/12 » Plataforma promove compartilhamento de materiais na economia
2021/01/11 » Como entrar em 2021 com as contas no azul
2021/01/11 » Digitalização de serviços públicos gera economia de R$ 2 bi por ano
2021/01/11 » Banco do Brasil renegocia R$ 40 milhões em dívidas por WhatsApp
2021/01/11 » Vendas de veículos caem 26,2% em 2020, diz Anfavea
2021/01/11 » Enem terá regras para evitar contágio pelo novo coronavírus
2021/01/08 » ANP: 17ª Rodada de Licitações oferece 92 blocos em bacias marítimas

Ver mais »