Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Patamar dos juros é consistente com cenário inflacionário benigno, avalia Copom 17/12/2009

Brasília - A decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) de manter a taxa básica de juros (Selic) em 8,75%, sem viés, na última reunião, ocorrida nos dias 8 e 9, foi tomada depois de levar em conta fatores como a flexibilização da política monetária implementada desde janeiro e a margem de ociosidade remanescente dos fatores produtivos.

Segundo a ata da reunião divulgada hoje (17) o comitê avaliou que esse patamar de taxa básica de juros “é consistente com um cenário inflacionário benigno, contribuindo para assegurar a manutenção da inflação na trajetória de metas ao longo do horizonte relevante e para a recuperação não inflacionária da atividade econômica”.

O Copom lembra que no regime de metas para inflação a orientação é tomar decisões de acordo com os valores projetados para a inflação, contrariando, assim, os críticos que pedem resultados imediatos na redução do juros. Outros fatores levados em conta, na decisão são a análise de diversos cenários alternativos para a evolução das principais variáveis ligadas a preços e os riscos associados a suas projeções.

A ata enfatiza ainda que as expectativas de inflacionárias para 2010 e 2011 continuam em patamares consistentes com a trajetória de metas, mesmo depois uma breve contração e de ter a demanda mostrado evidências de recuperação, graças aos efeitos de fatores de estímulo, como o crescimento da renda.

“Note-se, também, que a desaceleração da economia global tem gerado pressões de baixa sobre os preços industriais no atacado”, registra o documento.

 

Segundo a ata, os estímulos monetários, fiscais e creditícios adotados para combater a crise “deverão contribuir para a retomada da atividade e, consequentemente, para a redução na margem remanescente de ociosidade dos fatores produtivos”.

 

Os técnicos destacam ainda no documento que os efeitos dos estímulos anticíclicos devem ser cuidadosamente monitorados por um período à frente e incluídos em decisões futuras de política monetária para assegurar a convergência da inflação para as metas. (Agência Brasil - Daniel Lima)



Últimas

2020/11/26 » Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
2020/11/26 » Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população
2020/11/26 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 16% em outubro
2020/11/25 » Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021
2020/11/25 » Mercado de capitais analisa critérios socioambientais de empresas
2020/11/25 » Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
2020/11/24 » Maioria dos reajustes até outubro teve ganhos reais, diz Dieese
2020/11/24 » Mercado aumenta previsão de inflação e prevê queda menor do PIB
2020/11/24 » Guedes anuncia que vai para o "ataque" com privatizações e reformas
2020/11/23 » Mais de 60% dos internautas no país usam serviços públicos digitais
2020/11/23 » Guia de financiamento ajuda empresas interessadas em sustentabilidade
2020/11/23 » Em reunião do G20, Guedes diz que recuperação do Brasil surpreende
2020/11/20 » Economia cresceu 7,5% do segundo para o terceiro trimestre, diz FGV
2020/11/20 » Produção e empregos estão em alta na indústria, diz CNI
2020/11/20 » Confiança do empresário do comércio sobe 4,1% em novembro, diz CNC
2020/11/18 » Aumento de exportações industriais traria R$ 376 bi para economia
2020/11/18 » Quase dois terços das indústrias esperam faturar mais em 2021
2020/11/18 » Brics apoia candidatura do Brasil para Conselho de Segurança da ONU
2020/11/17 » Pix terá pagamentos programados e troco em dinheiro
2020/11/17 » PagTesouro começa a disponibilizar Pix como forma de pagamento

Ver mais »