Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Mantega prevê crescimento de 5,2% do PIB em 2010 22/01/2010

Brasília - Depois de ficar estagnado em 2009, o Produto Interno Bruto (PIB), soma de todas as riquezas produzidas no país, crescerá 5,2% em 2010. O número foi apresentado ontem (21) pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, durante a reunião ministerial na Granja do Torto.

A estimativa da Fazenda é menor que a do Banco Central (BC). No Relatório de Inflação, divulgado no fim de dezembro, a instituição projetou crescimento de 5,8% da economia para este ano.

O crescimento econômico, segundo a Fazenda, será sustentado principalmente pela demanda interna, que tem aumento previsto de 7,3%. Essa expansão, no entanto, será contrabalançada pela queda no setor externo. Conforme o ministério, as importações, as remessas de lucros para o exterior e os gastos de brasileiros em outros países terão impacto negativo de 2,1% no crescimento do PIB, resultando na taxa de 5,2%.

Ontem (20), o BC divulgou que o saldo nas contas externas brasileiras, em dezembro, ficou negativo em US$ 5,94 bilhões, o pior resultado para o mês desde 1947. Pela projeção do BC, o Brasil terá déficit nas contas externas de 2,095% do PIB em 2010.

De acordo com o ministro, o investimento aumentará 16,1% neste ano, depois de ter caído em torno de 10% em 2009. O consumo das famílias subirá 6,1% e a produção industrial, que teve queda estimada de 5,3% no ano passado, crescerá 7,1%.

Para a Fazenda, a elevação do investimento no próximo ano indica que o crescimento econômico é sustentável no médio e no longo prazo. "O crescimento é sustentável, porque se dá em bases sólidas e mantém inflação sob controle, responsabilidade fiscal e baixa vulnerabilidade externa", destacou o documento.

O resultado do PIB de 2009 só será conhecido em março. A estimativa do Ministério da Fazenda é que o PIB, que mede o crescimento da economia, tenha fechado o ano em 0,1%. Já o BC projetou crescimento de 0,2%. (Agência Brasil - Wellton Máximo)



Últimas

2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020
2021/01/13 » BNDES define consórcio que apoiará programa de aceleração de startups
2021/01/13 » Inflação da construção civil atinge 10,16% em 2020
2021/01/13 » Inflação para famílias com menor renda fecha 2020 com alta de 5,45%
2021/01/13 » Inflação oficial fecha 2020 em 4,52%, diz IBGE
2021/01/12 » Ministério pede avanço de reformas para manter fábricas no país
2021/01/12 » Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020
2021/01/12 » Plataforma promove compartilhamento de materiais na economia
2021/01/11 » Como entrar em 2021 com as contas no azul
2021/01/11 » Digitalização de serviços públicos gera economia de R$ 2 bi por ano
2021/01/11 » Banco do Brasil renegocia R$ 40 milhões em dívidas por WhatsApp
2021/01/11 » Vendas de veículos caem 26,2% em 2020, diz Anfavea
2021/01/11 » Enem terá regras para evitar contágio pelo novo coronavírus
2021/01/08 » ANP: 17ª Rodada de Licitações oferece 92 blocos em bacias marítimas

Ver mais »